IMG_3361

PROJETO FUTUROS GUERREIROS

ALLIANCE MOOCA

Enquanto tentamos nos adaptar à uma nova realidade em meio à pandemia, percebemos que esse pode ser um momento decisivo para cultivarmos hábitos mais conscientes.
Apesar de não existir fórmula mágica para lidar com uma crise global, cada um de nós vai vivendo um dia após o outro e tirando lições importantes em meio à tudo isso. Afinal, estamos vendo de forma clara que os comportamentos individuais podem sim mudar o mundo em que vivemos. Por isso, seria uma pena não usarmos esse momento para aprender com nossos erros e lutarmos por um novo “normal”.
E se falando do UNIVERSO INFANTIL acredito que questões como essas ainda continuam sem respostas: “Mamãe, por que a escola está fechada? Por que a gente não pode ver a vovó? Eu estou com coronavírus? Quando é que ele vai embora?” Perguntas que foram e ainda são tão frequentes no dia a dia das crianças. Mas, nada mais natural: De repente, os pequenos foram arrancados de sua rotina e trancafiados em casa sob a ameaça de um inimigo invisível. Não tem jeito. Independentemente da idade, o confinamento vai impactar na vida e na saúde dos pequenos.


5 LIÇÕES QUE AS CRIANÇAS APRENDERAM NESSA PANDEMIA:
1 – SOLIDARIEDADE
Como é importante ajudar quem precisa. E mais, continuar levando isso para a vida. Entre os colegas de escola, os amigos do bairro, do prédio, da academia, dos clubes, da família.
2 – RESPEITO AO PRÓXIMO
Cuidar de si, da sua saúde impacta diretamente na saúde do próximo. Quantos deles não ouviram : “Cuidado! Não fique muito perto, você pode transmitir!” ou “Vamos ficar por aqui para não levarmos a doença para quem não pode se proteger!”.
3 – VALORIZAR A FAMÍLIA
Em isolamento muitas crianças ficaram mais perto de seus pais. Não puderam visitar familiares e amigos, tiveram suas atividades canceladas. Assim, a convivência diária e praticamente integral da família fez cada um deles sentir, perceber e conhecer como o irmão, pai e mãe vivem, pois
muitos na correria diária do “antigo normal” mal paravam em casa, mal se percebiam, viviam no automático sem se atentar aos pequenos detalhes uns dos outros e que fazem tanta diferença.
Poder acompanhar os filhos nas aulas online, observar como se alimentam, que filmes e desenhos gostam ou não de verem, que horas estão mais cansados, o que os deixam mais felizes no dia a dia… Coisas banais, porém valiosíssimas.
O olhar dos pais ou responsáveis pela criança faz total diferença no seu crescimento pessoal e emocional dos pequenos que tanto precisam da aprovação e atenção dos pais.
4 – MANTER HÁBITOS SAUDÁVEIS
Cuidar da alimentação, fortalecer sistema imunológico, buscar fazer alguma atividade nunca foi tão buscado pelas famílias. E assim, muitas famílias começaram a dedicar mais seu tempo às refeições em família, tanto na qualidade como na dinâmica mesmo. Que isso seja para sempre, pois assim construiremos FUTUROS GUERREIROS !!!
5 – O MENOS É MAIS
Tivemos que aprender a lidar com pequenas coisas, a prestar atenção nos momentos em família, nas relações. As crianças tiveram que valorizar os materiais que já possuíam em casa, das coisas que eram possíveis brincar, usar. Assim, sobreviveram e muitos se reinventaram.
Muitos pais tiveram que juntos com seus filhos buscarem brincadeiras juntos dentro de casa ou a criarem. Isso faz todo sentido para um crescimento menos materialista e mais humanista.
Olha que aprendizado!!! Acredito que seria bem difícil isso acontecer se não fosse “essa pausa “.
Pense, reflita, entenda e aceite o processo dessas mudanças de forma positiva. Com certeza crescemos muito junto deles!

DRA. JULIANA ROSSI, CLÍNICA EQUILIBRIO KIDS.

LUCIANO NUCCI / ALLIANCE MOOCA Rua Tobias Barreto 847, Mooca São Paulo- SP / (11) 97966-8636.

Share this post

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email